Domingos Castro

Domingos da Silva Castro nasceu a 22 de Novembro de 1963 em Fermentões – Guimarães. Começou a correr no Lameirinho em 1982, ingressando no Sporting 2 anos mais tarde. “Descoberto” por Moniz Pereira, por quem foi treinado até 1992, esteve depois sob a orientação de Bernardo Manuel.

Sempre foi um atleta de grande raça e muito cedo começou a dar nas vistas de verde e branco. Em pista foi campeão ibérico dos 10.000 metros (1992), campeão de Portugal dos 5.000 metros por 3 vezes (1986, 1987 e 1989) e dos 10.000 metros em outras 3 ocasiões (1986, 1987 e 1992).

Para além disso ajudou o Sporting coletivamente a sagrar-se campeão nacional de pista por 6 vezes.

No Corta-mato foi campeão nacional por equipas 10 vezes (com 4 títulos individuais em 1990, 1993, 1994 e 1998). Teve presença ainda na conquista de 7 Taças dos Campeões Europeus (alcançando 5 triunfos individuais).

Internacionalmente a sua 1ª grande vitória ocorreu nos Jogos da Boa Vontade em 1986, nos 10.000 metros. No ano seguinte foi 2º nos 5.000 metros dos Campeonatos do Mundo de Roma. Em 1992 fez parte da equipa nacional que se classificou em 2º lugar no Campeonato do Mundo de estafetas em estrada. No ano seguinte ajudou Portugal no 3º lugar obtido no Campeonato do Mundo de Crosse.

Em 1995 foi 2º no Campeonato da Europa de Crosse de Ainwick. Finalmente, em 1999, foi um dos atletas que conquistaram para Portugal o 3º lugar nos Campeonatos do Mundo de Crosse.

Em Jogos Olímpicos esteve muito perto da medalha em 1988 nos disputados em Seul na prova de 5.000 metros, mas acabaria por quedar-se num inglório 4º lugar…

Transferiu-se do Sporting para o Maratona em 1999, para anos mais tarde fundar o seu próprio clube – Associação Gémeos Castro, sediado em Guimarães.

Ficou como uma das grandes figuras da História do Atletismo sportinguista, onde nos anos 80 e 90 do século passado ajudou a construir e consolidar um palmarés inigualável do clube na modalidade.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário