1993 – Futebol de 5 conquista título pela 2ª vez (1º sob a égide da FPF)

11 de Julho de 1993. Nesse dia o Sporting sagrou-se Campeão Nacional de Futebol de 5 pela 2ª vez (já ganhara a Taça Nacional 2 anos antes), depois de bater na jornada final o Esperança Viva (vencedor fácil da zona norte), de Paredes, por 7-3. Este foi o 1º ano em que se disputou um Campeonato Nacional da modalidade sob a égide da Federação Portuguesa de Futebol.

A partida da final foi disputada no Pavilhão Municipal de Leiria perante cerca de 3.000 espetadores. Muitos sportinguistas, sobretudo do Núcleo de Leiria, marcaram presença, pontificando também alguns elementos da Torcida Verde. Os apoiantes nortenhos também não faltaram pelo que o ambiente no pavilhão era escaldante.

O Sporting começou de rajada, a dominar o seu antagonista, e de livre direto Paulo Mendes fez o 1-0. O conjunto leonino era mais consistente, mostrava uma superioridade técnica e tática assinaláveis e sobretudo uma melhor organização de jogo. Nos primeiros 15 minutos os verde e brancos chegaram a 4-0 e tudo se facilitou.

Com 4-1 ao intervalo o Sporting entrou na 2ª parte com uma postura de contra-ataque e criou inúmeras situações de golo, chegando a empolgar significativamente a assistência. No final, vitória por 7-3.

O ambiente após o jogo foi de festa entre os leões. Dirigentes, técnicos, jogadores e público davam largas à sua alegria. Há 8 anos no Sporting o capitão Paulo Mendes afirmou: “Foi um jogo simples que se traduziu numa vitória incontestada apesar dos nossos adversários serem muito lutadores”. O jogador de 33 anos dedicou a vitória à secção de Futebol de 5 do Sporting.

Para Orlando Duarte (o treinador): “Apesar da nossa vitória ser indiscutível, penso ser agradável ver que a evolução da modalidade chegou ao norte do país. Este título foi consequência do trabalho de 1 ano e da união de todo o grupo. A época foi muito positiva e no futuro vamos continuar a lutar pelos primeiros lugares apesar do equilíbrio ser cada vez maior”. A equipa: José Belo; Paulo Mendes, Manuel Jorge, Pedro Rodrigues e Pedro Miguel. Jogaram ainda: Madié, Fernando Correia, Ruca, Sérgio, Nuno Coelho e Paulo Henrique. Os treinadores eram Orlando Duarte e Carlos Alberto.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário