Vencedores do 1º Campeonato Regional de Andebol de 11

7 de Agosto de 1932. Com força de vontade e entusiástica preparação o Sporting atingiu a final do 1º Campeonato Regional de Andebol de 11 (também o 1º organizado no país) por iniciativa da Associação Lisbonense de Andebol.

O palco das decisões foi o Campo Grande, e por adversário tivemos o onze do Lisbonense. Apesar de desfalcados pela ausência de alguns bons elementos como Salazar Carreira, José Manuel Martins e Oliveira Martins, o Sporting triunfou merecidamente, mas com grandes dificuldades, por 1-0. Nesse memorável jogo foram utilizados Manuel Nunes Henriques; Acácio Campos e Ildo Gomes; Cipriano, Filipe dos Santos e Ernesto Barros; Benigno Silva, Castro Freire, Epaminondas Gomes, Vasco Cayola e Joaquim Alvarez. Jorge Simões Saramago era o dirigente da secção.

A competição iniciara-se a 8 de Maio. O Sporting organizara o seu grupo representativo principalmente com especialistas de desportos manuais (Basquetebol e Râguebi) aos quais se juntaram 3 antigos internacionais de futebol: Joaquim Filipe dos Santos, José Manuel Martins e Cipriano Nunes dos Santos, o último já familiarizado a trabalhar a bola com as mãos (era um dos guarda-redes da equipa de futebol). O 1º jogo dos leões ocorreu a 15 de Maio, com uma vitória por 2-0 sobre o Centro de Armas e Desporto (golos de Epaminondas Gomes).

O Sporting venceu todos os jogos da competição: Centro de Armas (2-0), Avenidas (6-1), Os Treze (3-2), Portugal FC (2-1), Magistério Primário (vfc) e Lisbonense (1-0). Além do Sporting, foram pioneiros desta modalidade o Portugal FC, Club Desportivo das Avenidas, Centro de Armas e Desportos, Grupo dos 13 e Óquei Club de Portugal. A modalidade só começou a ser praticada no Porto algum tempo depois.

Na foto, uma das equipas leoninas na prova (de cima para baixo e da esquerda para a direita): Acácio Campos, Benigno Silva, Manuel Henriques, Filipe dos Santos, Ildo Gomes, Cipriano dos Santos e Jorge Simões Saramago; Joaquim Alvarez, Ernesto Barros, Castro Freire, Epaminondas Gomes e Vasco Cayola.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário