2007 – 6ª Supertaça para o Futebol, com golaço de Izmailov

11 de Agosto de 2007. A Supertaça Cândido de Oliveira realizou-se em Leiria entre Sporting (vencedor da Taça de Portugal) e FC Porto (campeão nacional). Foi o 1º jogo oficial da temporada, e a equipa sportinguista estreou oficialmente os reforços Stojkovic, Pedro Silva, Izmailov, Derlei e Gladstone.

Sob o comando de Paulo Bento, os leões alinharam com: Stojkovic; Abel, Tonel, Anderson Polga e Pedro Silva (Ronny); Miguel Veloso; Izmailov, Romagnoli (Gladstone) e João Moutinho (cap); Derlei (Yannick Djaló) e Liedson.

O jogo foi mais musculado que bem jogado, muito disputado a meio-campo. As equipas mostraram grande tensão e sobretudo preocupação em não sofrer golos, com um respeito mútuo (talvez exagerado) que prejudicou o espetáculo. O FC Porto criou a 1ª oportunidade de golo através dum livre de Quaresma ao poste (embora desse a ideia clara que se a bola fosse à baliza Stojkovic a teria detido). Muito movimentado, Derlei ia causando alguma mossa no último reduto portista, e os sportinguistas terminaram a 1ª parte em bom plano.

O início do 2º tempo teve a mesma toada. Aos 54 minutos, lance muito discutível na área sportinguista – Após um centro para a área, Tonel lançou-se para o corte de cabeça (num lance rapidíssimo e de difícil juízo) mas falhou-o, tendo a bola ido bater no braço (desviando a sua trajetória), pelo que muitas dúvidas ficaram…

Estava-se nisto de bola cá bola lá, sem situações de verdadeiro perigo, quando, aos 76 minutos, Izmailov se decidiu por um petardo de meia-distância, cheio de efeito, que deixou Helton sem hipóteses de defesa. Estava feito o golo solitário da partida, e que golo! Os nortenhos demoraram a reagir, mas até final criaram uma soberana situação, com o polaco Kazmierczak (entretando entrado) a disparar ao poste de Stojkovic, com o sérvio batido.

O final chegou com a vantagem leonina e a 6ª conquista da Supertaça Cândido de Oliveira. O triunfo, muito saboroso, foi efusivamente festejado pela comitiva verde e branca.

Para o presidente, Filipe Soares Franco: “É importante começar sempre com o pé direito. Nunca prometemos que vamos ganhar mas trabalhamos para isso. Ganhámos o 1º e vamos ver se conseguimos conquistar os outros troféus em disputa esta temporada”.

O capitão João Moutinho (um dos mais jovens de sempre do clube nesse posto) referiu: “Foi inesquecível, não podia pedir mais. Levantar uma taça na minha estreia em jogos oficiais como capitão do Sporting é excelente, e agora todos esperamos conseguir vencer mais troféus este ano”.

O russo Izmailov (há tão pouco tempo chegado) já foi herói: “Foi um grande jogo. Quero agradecer aos meus colegas, que me ajudaram muito, e aos adeptos que nos apoiaram sempre”.

Finalmente, o treinador Paulo Bento referiu: “O Sporting soube sofrer, teve dedicação e eficácia. Tal como tinha previsto foi um jogo muito equilibrado. O Porto mudou a sua forma de jogar tentando adaptar-se a nós para combater a nossa previsível superioridade a meio campo, pelo que tivemos algumas dificuldades nas transições para o ataque. Se tivesse havido prolongamento não seria injusto, mas felizmente estamos a adquirir o hábito de vencer”.

video

Post to Twitter

Deixe o seu comentário