Boa vitória na abertura do Campeonato 2001/02

12 de Agosto de 2001. O 1º jogo da época oficial reservou logo um Sporting-FC Porto para Alvalade. Os romenos Laszlo Bölöni (como treinador) e Marius Niculae (como ponta-de-lança) estrearam-se oficialmente pelo Sporting, assim como Rui Bento (ex-Boavista – de onde vinha como campeão) e o jovem Ricardo Quaresma (que poucos jogos fizera pela equipa B mas que dera muito nas vistas na pré-época).

Curiosamente, o esquema táctico que Bölöni utilizou foi o que, mais tarde, viria a singrar. Uma linha de 4 defesas, reforçada com Rui Bento e Paulo Bento mais adiantados, e um meio campo que se pretendia dinâmico (Sá Pinto, João Pinto e Horvath) no apoio ao avançado (Niculae). Na altura Jardel ainda nem sequer era falado para reforço (chegou cerca de 1 mês depois). A equipa: Nélson; César Prates, Beto, André Cruz e Rui Jorge; Rui Bento e Paulo Bento; Sá Pinto (Quaresma), João Pinto e Horvath (Hugo); Niculae.

O jogo ficou marcado pelo regresso de Octávio Machado a Alvalade (agora aos comandos do FC Porto) e sobretudo pela grave lesão de Sá Pinto aos 22 minutos. O Sporting foi dominador a quase todo o tempo, usando e abusando a equipa portista dum futebol excessivamente ríspido perante a incrível complacência da equipa de arbitragem. Após um lance muito duvidoso e uma bola na trave portista lá surgiu o merecidíssimo golo da vitória, aos 70 minutos, numa cabeçada de Niculae (na foto) a centro milimétrico de João Pinto – um lance que pôs ao rubro as 40.000 pessoas presentes em Alvalade.

No final Bölöni deu um grande abraço ao seu compatriota Niculae, e afirmou: “O Sporting teve mais ocasiões e mereceu ganhar. Este triunfo é dedicado aos apoiantes do clube e à minha família que está em França”.

Começava assim a epopeia que viria a resultar na conquista do título!

video

Post to Twitter

Deixe o seu comentário