2002 – Futebol conquista Supertaça com goleada ao Leixões

18 de Agosto de 2002. Apesar dos problemas depois da conquista do Campeonato Nacional e da Taça de Portugal na temporada anterior (com a suspensão de João Pinto após o Mundial e os problemas psicológicos de Jardel), o Sporting iniciou a nova época da melhor forma com a conquista da Supertaça (a 5ª do palmarés leonino). O encontro entre Sporting e Leixões disputou-se no Estádio do Bonfim, em Setúbal, tendo a equipa leonina alinhado com: Tiago; Hugo, Beto, Contreras e Rui Jorge (César Prates 35); Paulo Bento; Quaresma (Carlos Martins 64), Toñito e Ricardo Fernandes; Niculae (Danny 58 – que se estreou oficialmente de verde e branco) e Kutuzov.

A partida entre os pupilos de Bölöni e de Carvalhal foi bem mais interessante que a da final da Taça de Portugal realizada poucos meses antes. O Sporting encarou o desafio com a máxima seriedade (outra atitude não seria aceitável) e entrou no comando do mesmo desde o 1º minuto. Os leões conseguiram exercer uma pressão a quase todo o tempo sobre os elementos contrários, o que mostrou uma saúde física já assinalável para esta fase da época.

Aos 32 minutos Ricardo Fernandes abriu as hostilidades na marcação soberba dum livre direto. 10 minutos depois o mesmo jogador falhou um penalty, enquanto José António dum lado e Beto do outro (1 minuto mais tarde) foram expulsos, deixando as equipas limitadas a 10 jogadores para a 2ª parte.

O período complementar começou da melhor forma para o Sporting e para o regressado Niculae, que logo aos 47 minutos fez o 2-0 assistido por Quaresma. Aos 55 minutos Kutuzov  fez um grande golo depois de ultrapassar inúmeros adversários. A 8 minutos do fim Ricardo Fernandes bisou com um toque subtil a passe de Toñito, e 4 minutos depois, num pontapé fantástico do “meio da rua”, Carlos Martins fez o 5-0. Mesmo no final Antchouet reduziu num lance infeliz do guarda-redes Tiago.

Os leões começavam assim da melhor maneira a época oficial e Laszlo Bölöni tornava-se o 1º técnico a ganhar as 3 mais importantes competições do Futebol nacional de forma consecutiva.

O capitão Pedro Barbosa estava naturalmente satisfeito no final. Fleumático, como quase sempre, afirmou: “Sinto-me orgulhoso por ser o capitão da equipa do Sporting. Este foi um bom jogo de futebol que acabou com um resultado dilatado mas merecido. Esta vitória vem na sequência da época passada notável que fizemos. Estamos no caminho certo para a conquista dos próximos objetivos”.

video

Post to Twitter

Comments (2)

 

  1. sporting canal says:

    ok. obrigado:)

  2. Henrique Salgado says:

    Vou apenas alertar para um aspecto do texto: a SpTç decidida num jogo apenas, começou 1 ano antes, em 2001, com o Porto-Boavista. a ser jogado nos Arcos (VConde), com os azuis a ganharem 1-0, num golo a meias, entre Jorge Andrade e o GR Ricardo.

Deixe o seu comentário