1962 – Atletismo em pista com domínio avassalador

19 de Agosto de 1962. Nesse dia o Atletismo do Sporting voltou a viver dias de glória com a conquista dos Campeonatos Nacionais em masculinos (14º) e femininos (7º). Os homens obtiveram 17 vitórias, avultando o recorde nacional do salto em altura conseguido por Júlio Fernandes (1m94cm). Os outros vencedores:

110m barreiras – Pedro de Almeida

400m – Valentim Baptista

400m barreiras – Fernando Moniz

800m – Rogério Gonçalves

1.500m – Manuel de Oliveira

4X400m – Matos, Araújo, Vilela e Valentim Baptista

3.000m obstáculos – Joaquim Ferreira

5.000m – Manuel de Oliveira

10.000m – Armando Aldegalega

Comprimento – Pedro de Almeida

Dardo – Santinho das Neves

Disco – João Afonso

Martelo – Américo Ferreira

Peso – Xara Brasil

Triplo-Salto – Júlio Fernandes

Vara – Fernando Marques

No setor feminino, as leoas venceram folgadamente. Eulália Mendes e Lídia Faria conseguiram 2 títulos cada uma, sendo de realçar novo recorde nacional dos 200 metros obtido poir Eulália, com 27,2s. Os outros triunfos:

100m – Maria Fernanda Costa

Comprimento – Eulália Mendes

Disco – Lídia Faria

Peso – Lídia Faria

As leoas também venceram os 4X100m, mas foram desclassificadas devido a uma transmissão irregular.

A glória desta temporada de 1962 foi, no entanto, muito para além da conquista dos Campeonatos Nacionais.

Em Março os leões conquistaram a 5ª vitória consecutiva na estafeta Cascais-Lisboa, com Marques da Silva, Manuel Marques, Armando Aldegalega, Joaquim Ferreira e Manuel Oliveira. Seguiu-se o Torneio Primavera, onde os leões deram 136 pontos de avanço ao Benfica e bateram um recorde nacional no Triplo-Salto, por Hélio Andrade, que fez 14m89cm.

No Campeonato Regional de Fundo, Álvaro Conde deu 8 minutos (!) ao 2º classificado, o benfiquista José Miguel. Veio depois a Taça da Associação de Atletismo de Lisboa, que a equipa leonina venceu, arrebatando mais um recorde nacional, o dos 4X1.500m com Armando Aldegalega, Joaquim Ferreira, Manuel Marques e Manuel Oliveira no tempo de 16m11,6s.

A 21 de Julho de 1962 Pedro de Almeida venceu o salto em comprimento no encontro entre Portugal e a França com 7m62cm, marca que o colocou entre os melhores atletas do mundo na especialidade, e que seria recorde nacional por 23 anos!

No Campeonato Regional verificou-se a 7ª vitória consecutiva, apesar da ausência de alguns dos melhores atletas do conjunto sportinguista. Os triunfos foram nada mais nada menos que 17. Também as senhoras triunfaram no Regional, ao chegarem no 1º lugar em 8 das 9 provas em disputa. Eulália Mendes e Lídia Faria estiveram em foco ao baterem, respectivamente, os recordes nacionais dos 200 metros (27,6s) e lançamento do peso (10m23cm).

Em Setembro, 2 leões bateram recordes nacionais num “meeting” em Hamburgo. Manuel Oliveira fez 3m48,8s nos 1.500 metros e Joaquim Ferreira obteve 9m18,0s nos 3.000 metros obstáculos. Na tradicional Taça Dr. Fernando Amado os sportinguistas dominaram como “quiseram” demonstrado uma superioridade inquestionável sobre todos os adversários.

Foto: Júlio Fernandes, recordista nacional do Salto em Altura.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário