1967 – 6ª vitória coletiva na Volta a Portugal em bicicleta

27 de Agosto de 1967. Nesse dia terminou mais uma Volta a Portugal em bicicleta. Os leões entraram na competição com legítimas aspirações. Emiliano Dionísio venceu a etapa inaugural e os verde e brancos provaram sempre ser a equipa mais homogénea da prova (chegando ao final com o triunfo coletivo – pela 6ª vez).

Apesar de tudo o triunfo individual escapou para o belga Houbrechts, da Flandria, com 1m10s de vantagem sobre o leão João Roque. Manuel Correia foi 3º, Leonel Miranda foi 5º e “rei” da montanha. Para o jornal “A Bola”: “A Volta foi brilhante e o Sporting foi o principal ´culpado` de assim ter sido”.

João Roque foi mesmo principal figura do velocipedismo sportinguista em 1967, mas Emiliano Dionísio chamou a si o único título nacional.

Em Abril João Roque começou a dar nas vistas, ao sagrar-se Campeão Regional de fundo numa prova disputada em duas etapas mais contra-relógio. O também leão Leonel Miranda venceu as provas em linha, mas Roque arrasou no confronto decisivo.

1 mês depois o triunfo foi coletivo, no Regional por equipas em contra-relógio. A equipa formada por Leonel Miranda, Emiliano Dionísio e Sérgio Páscoa dominou a corrida, relegando os benfiquistas para o 2º posto. Também na clássica “Porto-Lisboa” os leões triunfaram coletivamente, aí com Vítor Tenazinha (2º), Sérgio Páscoa (3º) e Emiliano Dionísio (8º). No 3º Grande Prémio do FC Porto, Leonel Miranda dominou como quis, sendo 1º na geral, na montanha e na regularidade – o Sporting também venceu por equipas. Nova vitória individual (por João Roque) e coletiva surgiu no Grande Prémio da Associação de Ciclismo do Sul, prova que antecedeu a competição rainha da modalidade no nosso país – a Volta a Portugal em Bicicleta.

Já na parte final da temporada João Roque sagrou-se Campeão Regional de rampa com 13 segundos de vantagem do também sportinguista Carlos Santos.

Para terminar a temporada em beleza Emiliano Dionísio sagrou-se Campeão Nacional de velocidade após luta empolgante com o seu colega de equipa Sérgio Páscoa, numa final que teve direito a 3 mãos após um empate na duas primeira “mangas”.

Foto: João Roque

Post to Twitter

Comments (4)

 

  1. É pena. Espero que consigam resolver o problema brevemente, pois têm muitos artigos interessantes sobre o ciclismo do Sporting, que infelizmente, já não aparecem. Quando clicamos na tag ciclismo ou mesmo através da pesquisa, somente aparece uma página com os últimos artigos. Aguardemos pois a resolução satisfatória e com êxito do problema.
    Os meus cumprimentos,
    Eduardo Lopes

  2. sporting canal says:

    Boa tarde. Estamos com um problema grave que tem a ver com o facto de o site apresentar apenas a 1ª página e não se conseguir aceder sequencialmente às páginas. Os artigos estão todos lá na mesma, mas só se lá consegue chegar neste momento através da pesquisa (em cima, junto à lupa), ou então selecionando “Ciclismo” nas TAGS. Estamos a tentar resolver o problema. Muito obrigado.

  3. Bom dia,
    O que é que aconteceu aos anteriores artigos sobre ciclismo que deixaram de aparecer neste website?
    Os meus cumprimentos.

  4. Barreiro de magalhaes says:

    Ainda bem que alguém escreve sobre esta volta.
    Fi lá toda com o meu saudoso pai o dr Barreiro de magalhaes ,tinha 13 anos e fui com a apiserum que patrocinavas
    que patrocinava a equipa medica,conheci muito bem o emolíamos Dioniso,e tenho saudades dessas
    Voltas,desse Portugal.
    Hoje e como se vê,a Volta e uma caricatura muito mal feita dessas voltas.
    Definitivamente perdeu a alma

Deixe o seu comentário