Caló – Um bom central formado em Alvalade

Francisco António Galinho Caló nasceu a 5 de Setembro de 1946 em Escoral – Montemor-o-Novo. Produto das camadas jovens do Sporting chegou às seleções de Portugal destacando-se por ser um defesa-central forte fisicamente e muito eficaz na marcação.

Subiu aos seniores no Verão de 1965. Estreou-se oficialmente (com Otto Glória) a 10 de Dezembro num triunfo em Guimarães por 3-1 para a Taça de Portugal. Fez 7 jogos nessa temporada de estreia e sagrou-se Campeão Nacional. Na época seguinte voltou a jogar pouco (5 presenças), o mesmo acontecendo em 1967/68 (apenas 2 jogos) o que provocou o seu empréstimo ao União de Tomar.

Esteve apenas uma época nos nabantinos. A experiência fez-lhe bem, pois ganhou a titularidade no Sporting (de Fernando Vaz) Campeão de 1969/70 (37 jogos) fazendo dupla de centrais com José Carlos. Nessa temporada apontou o único golo da sua carreira em Alvalade – foi a 28 de Dezembro de 1969 numa receção ao Leixões para o Campeonato (4-1). Manteve a titularidade e a parceria com José Carlos no ano seguinte e ganhou a Taça de Portugal.

1971/72 foi a sua última época no Sporting pois o eclodir de Laranjeira e a contratação de Carlos Alhinho (para a temporada seguinte) roubaram-lhe espaço. Voltou a jogar com regularidade ao lado de José Carlos mas desta vez as coisas não correram bem a nível coletivo. A 21 de Maio de 1972 alinhou pela última vez, numa derrota na Luz por 2-1. Totalizou 6 temporadas na equipa principal do Sporting tendo realizado 103 jogos oficiais e marcado 1 golo. Ganhou 2 Campeonatos Nacionais e uma Taça de Portugal.

Mais tarde jogou no Atlético e no Estoril. Alinhou uma vez na Seleção A de Portugal.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário