4-2 ao Benfica (nas Laranjeiras) num terreno pantanoso

22 de Outubro de 1922. Sob o comando de Augusto Sabbo, o Sporting era o atual detentor do Campeonato Regional de Lisboa. Nesse dia, no início de mais um Regional, Sporting e Benfica encontraram-se nas Laranjeiras (campo dos encarnados).

A chuva caiu incessantemente todo o dia o que prejudicou a adesão de público e o próprio espetáculo, que chegou a estar em risco, mas que sempre se disputou por decisão do árbitro Rosmaninho. O Sporting alinhou com: Amadeu Cruz; Joaquim Ferreira e Jorge Vieira; Francisco Stromp, Filipe dos Santos e Henrique Portela; Torres Pereira, Jaime Gonçalves, João Francisco, Emílio Ramos e José Leandro.

Devido ao mau tempo, e convencida que a partida não se iria realizar, a força pública tinha-se retirado e muita gente invadiu o campo sem bilhete… Mais tarde lá chegou uma força de cavalaria da Guarda Nacional Republicana, gerou-se uma confusão enorme, muito barulho e “arrufos” à mistura, mas lá se conseguiu criar condições para que a partida se disputasse.

O Sporting entrou com muita garra conseguindo colocar-se rapidamente com 2 golos de vantagem (por Emílio Ramos e um benfiquista na própria baliza). O Benfica reagiu e reduziu, mas todos os jogadores mostravam grande dificuldade em se mover perante semelhante estado do terreno. A partida ficou muito renhida, com a bola nos dois meios-campos, e acabou por ser o Sporting a aumentar para 3-1 numa ótima jogada de ataque concluída por Torres Pereira. Antes do intervalo, na recarga a uma defesa incompleta de Amadeu, os vermelhos voltaram a encurtar distâncias, chegando-se ao descanso com um escasso 3-2.

Na 2ª parte destacou-se enormemente o trio central do ataque sportinguista que produziu lances contínuos de perigo. O Benfica ainda conseguiu algumas jogadas de bom recorte, mas foi com naturalidade que João Francisco apontou o definitivo 4-2 já no último quarto-de-hora de jogo.

De lamentar foram os insultos constantes de boa parte do público aos jogadores leoninos – sobretudo a Joaquim Ferreira, numa partida que terminou com um resultado lógico.

Foto (arquivo): João Francisco, um dos melhores do Sporting neste vitória perante o Benfica.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário