A introdução dos treinos de conjunto em Portugal

25 de Outubro de 1916. Nesse dia o jornal “O Século” anunciava que com a aproximação da época futebolística o trabalho das equipas começava a ser intenso. No Sporting, cuja direção era constituída por homens com o desejo de ver o seu clube progredir continuamente, procurava-se sempre motivo para que as suas diversas equipas disputassem os campeonatos com a preparação devida.

Assim, “A direção leonina organizou um campeonato por handicap entre os seus quatro teams, coisa nova em Portugal, e de efeitos seguros para a questão de treinos”, segundo o mesmo periódico.

Para se ter ideia da “engenharia” regulamentar presente nesta competição, poder-se-à dizer que a equipa de honra defrontava a de segundas categorias com 3 golos de “handicap”, enquanto a terceira equipa defrontava a quarta com 2 golos de “handicap”. A vitória era adquirida à melhor de 3 desafios, havendo um 4º jogo em caso de empate.

“Para premiar os vencedores a direção instituiu onze medalhas de vermeil para os primeiro e segundo grupos e onze medalhas de prata para as terceira e quarta categorias”.

Refira-se, já agora, que foram os primeiro e terceiro grupos os vencedores do certame. No Sporting pensava-se futebol “a seria”.

Foto (arquivo): António Stromp – esta temporada (1916-17) foi a sua última como futebolista.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário