O maior “fenómeno” desportivo de sempre também jogou no Sporting

28 de Outubro de 1997. O jornal “Sporting” anunciava que o clube de Alvalade contratou Raymond Ceulemans para a sua equipa de Bilhar. Aos 60 anos, tratava-se do maior “fenómeno” desportivo de todos os tempos, com o palmarés mais rico de todos os atletas do mundo seja em que modalidade fôr. Foi 81 vezes Campeão da Bélgica (partida livre, quadro 47/2, 47/1 e 71/2, uma tabela, pentatlo e 3 tabelas – 23 vezes), 69 vezes campeão da Europa (quadro 71/2, uma tabela, pentatlo e 3 tabelas – 21 vezes), 34 vezes Campeão do Mundo (partida livre-1, quadro 47/1 – 1, uma tabela-5, pentatlo-4 e 3 tabelas-23), 5 vezes Campeão da Europa por equipas, considerado por uma vez o Desportista do Ano na Bélgica e condecorado com a Medalha de Mérito Desportivo. Um espanto!

No final da temporada, Raymond Ceulemans despediu-se do Sporting (após contribuir para os triunfos em mais um Campeonato Nacional e outra Taça de Portugal) com a mesma amabilidade e simplicidade com que chegou: “Tive muita honra em representar este clube. O Egídio Vieira e o Jorge Theriaga perguntaram-me há uns meses se eu estaria disposto a integrar o quarteto do Sporting na Taça dos Campeões Europeus. Disse-lhes que sim, mas que primeiro teria de pedir autorização à Federação Mundial e ao meu clube, que não me puseram qualquer problema. Eles são meus amigos de longa data e tive grande honra em representar um clube com estes pregaminhos e inaugurando uma nova sala (com a Taça dos Campeões Europeus, onde o Sporting teve uma excelente organização mas foi infeliz no campo desportivo).

Post to Twitter

Deixe o seu comentário