Estádio Alvalade com novo “look”

Novembro de 1991. As bancadas do Estádio Alvalade foram pintadas de verde e branco. O associado José Cruz foi o grande obreiro da iniciativa com mais 14 voluntários e a ajuda preciosa da Torcida Verde. Um trabalho de monta, mas que deu um excelente resultado visual. Alvalade ficou mais bonito.

Meses antes José Cruz abordara a Torcida Verde no sentido de conhecer a disponibilidade da claque para a realização dum sonho que possuía – a pintura de todas as bancadas do Estádio José Alvalade com as cores verde e branca. A vastidão da área a trabalhar era imensa o que tornava a obra quase megalómana. No clube não existiam condições materiais nem humanas para concretizar tal tarefa. Falta de mão-de-obra disponível e o forte investimento em tintas especiais eram fatores condicionantes. Os dirigentes do clube estavam céticos em relação à viabilização da obra… José Cruz teria “luz verde” no caso de encontrar mão-de-obra gratuita e tintas.

Conhecendo o amor da Torcida ao Sporting não foi difícil convencer a claque a aderir ao sonho. Resolvido o problema da mão-de-obra logo foi encontrada uma solução para a aquisição das tintas.

A tarefa consistia em duas fases: 1ª Raspar os degraus das bancadas com uma escova para tirar o pó, o musgo e outras impurezas que inviabilizassem a aderência da tinta – foi uma função de grande sacrifício, cerca de 12.000 metros quadrados de bancada raspada. O pó constituía um obstáculo enorme. A tarefa foi cumprida diariamente pelo fim do dia após os afazeres de cada um, prolongando-se por vezes pela noite dentro. Esta fase durou cerca de 2 meses.

2ª Pintura de todos os degraus já raspados e limpos. A superior Norte e Sul e as laterais da bancada nova foram as área definidas. Nesta tarefa houve o auxílio de 2 pintores do clube e outros voluntários.

Após cerca de 3 meses de grande sacrifício e amor ao clube concretizou-se o sonho!

Post to Twitter

Deixe o seu comentário