Raphael Meade – Um “tanque” com habilidade e engodo pela baliza

Raphael Jordan Meade nasceu a 22 de Novembro de 1962 em Islington – Inglaterra. Foi “formado” nas escolas no Arsenal de Londres, e chegado aos seniores começou a destacar-se pela quantidade de golos que marcava nas reservas. Com o caminho tapado na equipa principal por futebolistas já “feitos”, acabou por ser contratado pelo Sporting no Verão de 1985.

Estreou-se oficialmente (com o treinador Manuel José) a 2 de Novembro numa derrota nas Antas por 2-1 para o Campeonato. 8 dias depois fez o 1º golo num triunfo por 3-0 sobre o Marítimo. Numa equipa em que Manuel Fernandes e Jordão ainda eram a dupla habitual do ataque mostrou-se sempre uma alternativa credível e eficaz (26 presenças e 13 golos). Nessa época teve momentos altos, como por exemplo a sua influência decisiva na eliminação do Atlético Bilbau da Taça UEFA ou os 3 golos que marcou em Coimbra e em Alvalade com o Vitória de Guimarães.

Para a temporada seguinte Jordão foi dispensado e o possante atacante britânico ganhou espaço junto a Manuel Fernandes na frente de ataque. Realizou uma época em muito bom nível (33 jogos e 22 golos) estando presente na inesquecível goleada por 7-1 ao Benfica (marcou 1 golo).  Para além disso marcou por duas vezes na goleada (que ainda é recorde entre equipas portuguesas, fora de casa, para provas da UEFA) por 9-0 em Akranes.

Em Fevereiro chegou Keith Burkinshaw ao comando técnico da equipa. O treinador inglês gostava de jogar num declarado 4-4-2 e derivou Meade para a ala direita colocando Houtman ao lado de Manuel Fernandes. Apesar de não ser muito rápido o atacante britânico adaptou-se muito bem à nova posição e continuou a fazer grandes jogos e a marcar com frequência. Destaque-se, por exemplo, os 3 golos ao Belenenses em Alvalade e um outro que ajudou a derrotar o Porto.

A 26 de Abril de 1987 fez o seu último golo oficial pelo Sporting, num triunfo em Alvalade frente ao Marítimo por 6-1. A 7 de Junho jogou pela última vez, na final da Taça de Portugal perdida frente ao Benfica por 2-1.

Assim, totalizou duas épocas, 59 jogos oficiais e 35 golos, uma média bem interessante. Deixou em Alvalade a imagem dum atacante muito forte em termos físicos, mas também com uma capacidade de concretização assinalável e muita abnegação.

Causou alguma estranheza a sua saída para o Bétis de Sevilha, mas, com a contratação de Paulinho Cascavel e Tony Sealy e após várias épocas sem sucessos, os responsáveis sportinguistas pretenderam proceder a alterações profundas no plantel.

Em Espanha Raphael Meade não teve grande notoriedade. Aliás, nunca mais atingiu o nível a que chegara em Alvalade nos vários anos que ainda jogou, passando por clubes como o Luton Town (Inglaterra), Dundee Unitet (Escócia), Ipswich Town (Inglaterra), Odense (Dinamarca), Plymouth e Brighton (Inglaterra), Ernest Borel (Hong Kong), novamente Brighton e Crawley Town (Inglaterra) – onde terminou a carreira em 1996.

GOLOS de RAPHAEL MEADE no SPORTING
ÉPOCA TU CN TP TOTAL
1985/86 3 9 1 13
1986/87 4 16 2 22
Total 7 25 3 35

Post to Twitter

Deixe o seu comentário