Mário Jorge herói no dia em que Allison surpreendeu

17 de Janeiro de 1982. Comandada por Malcolm Allison, a equipa de futebol do Sporting recebeu a do Porto em jogo da última jornada da 1ª volta do Campeonato. Os leões já comandavam a competição, mas essa ronda foi importantíssima no consolidar do favoritismo sportinguista à vitória final.

Allison surpreendeu tudo e todos ao deixar o titularíssimo (e máximo goleador da equipa) Jordão de fora e lançar Mário Jorge na extrema-esquerda (ele que vinha alinhando regularmente na defesa). A equipa: Meszaros; Barão, Carlos Xavier, Eurico e Virgílio; Marinho; Ademar, Nogueira e Mário Jorge; Oliveira; Manuel Fernandes.

O jogo foi difícil, muito disputado e com um único golo, marcado precisamente por Mário Jorge aos 34 minutos na recarga a um remate de Oliveira (já antes Manuel Fernandes tinha feito um belo golo mal anulado). O Sporting foi sempre mais rápido e incisivo mas contou com uma boa réplica dos portistas orientados pelo austríaco Herman Stessl, sobretudo na parte inicial da 2ª parte, altura em que Meszaros fez duas defesas fantásticas evitando o empate.

Nessa mesma jornada o Benfica perdeu no Bessa por 2-1, pelo que o Sporting (ainda invicto) “dobrou” o Campeonato com 4 pontos de avanço dos encarnados e 5 dos portistas.

Acrescente-se ainda que Jordão voltou na jornada seguinte e continuou a ser titular e a marcar golos até ao final da temporada. Mais tarde Allison afirmou que a opção por deixar Jordão de fora nesse jogo fez dele “melhor jogador e melhor pessoa”, mas nunca concretizou o alcance dessas palavras.

Foto (arquivo): Mário Jorge

vídeo

Post to Twitter

Deixe o seu comentário