25 anos depois, um “leão” triunfou na S. Silvestre mais importante

31 de Dezembro de 1982. Apesar dos seus 36 anos, Carlos Lopes venceu e convenceu na S. Silvestre de S. Paulo, batendo o célebre colombiano Vítor Mora e o famosíssimo brasileiro José João da Silva, para além de outros nomes sonantes do Atletismo mundial. Lopes cortou a meta isolado após uma prova de grande nível que muitos não julgavam já ao seu alcance.

O último triunfo português na mais prestigiada S. Silvestre mundial acontecera 35 anos antes através do também sportinguista Manuel Faria.

No final Lopes afirmou: “Comecei calmo e tranquilo. Nem eu próprio esperava de mim este autocontrolo. A certa altura, vendo Rono, Mora e José João da Silva na dianteira, lançados como doidos na subida da Consolação, percebi que eles não aguentariam aquele ritmo infernal e foi então que, pouco depois, joguei a minha cartada.”

Curiosamente, nessa mesma subida da Consolação, Lopes teve o seu momento de angústia ao sentir um dor na virilha. Vendo-o vacilar, o polícia que seguia de moto a seu lado gritou-lhe para não desistir que esta prova seria sua. Assim foi.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário