José Manuel Martins

Nasceu a 2 de Setembro de 1906 em Sintra. Nado e criado numa família de sportinguistas, começou obviamente a sua carreira futebolística no Sporting, nos infantis, e passou por todas as categorias até chegar à 1ª equipa. Muito novo se dedicou às lides desportivas, e quase simultaneamente começou a dar nas vistas no Futebol, na Patinagem e no Hóquei em Campo.

Estreou-se oficialmente pela 1ª equipa leonina a 2 de Novembro de 1924 (derrota por 3-2 com o Belenenses, onde marcou 1 golo). A 6 de Maio desse mesmo ano pôde festejar com os companheiros o triunfo no Regional (numa equipa ao qual era alternativa a João Francisco como interior-esquerdo, pelo que jogou pouco).

A 20 de Setembro de 1925 realizaram-se os primeiros campeonatos nacionais de Patinagem. O Sporting praticava a modalidade há pouquíssimo tempo mas conseguiu um 2º lugar, com José Manuel Martins a triunfar nos saltos em altura e comprimento, para além de fazer parte da equipa vencedora da Luta de Tração.

Em 1925/26 foi a grande revelação do futebol lisboeta. Então com 19 anos fez os 14 jogos do Regional como ponta-esquerda, sagrando-se um dos melhores marcadores da equipa, com 6 golos. Na Patinagem continuou a brilhar. Os leões foram Campeões Regionais, e no Nacional venceu nos 200 e 3X200 metros, para além de triunfar nos saltos em altura e comprimento e de fazer parte da equipa campeã na Luta de Tração. Por aí se ficou a sua meteórica mas brilhante carreira na Patinagem (onde foi recordista nacional do salto em altura e comprimento), para se dedicar mais ao Futebol. Acrescente-se que a Patinagem (nestes moldes) acabou por ser proibida pois era considerada uma modalidade perigosa.

De boa técnica e muito correto, granjeou rapidamente uma enorme popularidade. Jogando com um lenço à cintura, as suas combinações com o interior Cervantes “endoideciam” os médios e defesas contrários. Na época seguinte (1926/27) foi o melhor marcador da equipa – com 11 golos, e em 1928 repetiu a façanha (agora com 18), ajudando decisivamente os leões a conquistar o seu 6º título Regional. Como prémio teria a presença na 1ª boa seleção do futebol português, presente nos Jogos Olímpicos de Amesterdão (ao lado do seu companheiro Jorge Vieira).

Entretanto casou com a filha do mais próspero empresário cervejeiro de Portugal e a família pediu-lhe para que se deixasse “dessas coisas do Futebol”. Assim, abandonou muito prematuramente uma carreira que poderia ter sido bem mais extensa e ainda mais brilhante.

Marcou o último golo (bisou) a 24 de Junho de 1928 num Sporting-Vitória de Setúbal (3-1) para as meias-finais do Campeonato de Portugal e alinhou pela última vez 6 dias depois, na final desse mesmo Campeonato (perdido para o Carcavelinhos por 3-1).

Acabou por totalizar apenas 4 épocas na 1ª equipa do Sporting. Marcou 36 golos (foi em 3 épocas o melhor marcador da equipa) e ganhou 2 Regionais de Lisboa. Rápido e dispondo dum magnífico pontapé com o pé esquerdo, disputou 11 partidas por Portugal (4 golos marcados), onde com o belenense Pepe entusiasmou multidões.

Voltou à prática desportiva pouco tempo depois fazendo parte da famosa equipa leonina de Andebol de 11 que esteve anos a fio sem conhecer a derrota, contribuindo para a conquista de vários títulos regionais.

No total foi atleta internacional do Sporting em 7 modalidades (!) – Futebol, Patinagem, Hóquei em Patins, Hóquei em Campo, Andebol de 11, Voleibol e Polo-Aquático.

Muitos anos mais tarde fez parte da classe dirigente do Futebol leonino, no qual, com Cândido de Oliveira e Robert Kelly, viveu momentos de grande fulgor.

Ao longo da sua vida, que terminou a 5 de Setembro de 1994, manteve uma postura exemplar acompanhando sempre de muito perto o Sporting, clube pelo qual detinha uma paixão enorme. Pouco tempo antes ainda brincava à bola com a bisneta Diana…

GOLOS de JOSÉ MANUEL MARTINS no SPORTING
ÉPOCA CP CR TOTAL
1924/25 0 1 1
1925/26 - 6 6
1926/27 5 6 11
1927/28 9 9 18
Total 14 22 36

Post to Twitter

Comments (4)

 

  1. Vasco >Callixto says:

    Tenho uma carta de seu bisavô, de 1973, dizendo-me que viveu na Amadora entre 1912 e 1923, isto a propósito de um convívio de “velha guarda” da Amadora que se realizou naquele ano. A carta está escrita em papel timbrado com o nome de José Manuel Martins-Largo de S.Mamede,4-Lisboa. Tenho pena de não ter voltado a contactar com ele. Vi agora que faleceu com menos um ano dos que eu tenho agora. Os meus cumprimentos

  2. sporting canal says:

    Muito obrigado pelas suas preciosas informações e parabéns!

  3. Pedro de Almeida Martins says:

    Era o meu Avô.
    Acrescento que foi internacional em 7 modalidades e recordista de salto em altura e em comprimento, em patins, que era uma modalidade um pouco perigosa, segundo ele próprio dizia, que foi proibida.
    Praticou ainda hóquei em pantins, hoquei em campo, andebol, voleiball, water-polo sempre no Sporting
    Morreu a 5 de Setembro de 1994 com 88 anos e pouco tempo antes ainda brincava com uma bola com a minha filha Diana, sua bisneta
    era um desportista e um homem exemplar

  4. Pedro carvalho martins guedes de sousa says:

    Era o meu bisavô

Deixe o seu comentário