Jorge Theriaga

Jorge Tenreiro Theriaga nasceu a 8 de Março de 1954 em Lisboa e é considerado, simplesmente, o melhor bilharista português de todos os tempos. Aos 12 anos começou a interessar-se pela modalidade, que praticava nos tempos livres. Aos 18, já estudante de medicina, e constatando o seu especial talento, tornou-se federado, conseguindo uma evolução muito rápida. Como sempre exerceu a sua profissão de médico, nunca colocou a hipótese de se profissionalizar, embora se mantivesse muito tempo entre os melhores do mundo. Em 1980 venceu o seu 1º título nacional às 3 tabelas, iniciando aí um percurso verdadeiramente ímpar. 2 anos depois voltou a ganhar e soma nesta altura 19 títulos nessa especialidade (para além de vários outros noutras vertentes), onde durante muitos anos não teve rival à altura. Internacionalmente também pontificou. Tudo começou em 1986 com o 3º lugar no Campeonato da Europa. 3 anos depois venceu a Taça do Mundo de Triatlo (3 tabelas, livre e 71/2). Em 1992 e 1993 voltou a ser a principal figura da seleção nacional classificada em 3º lugar no Campeonato do Mundo e da Europa, respetivamente. Em 1994 inscreveu-se como individual pois o Sporting abandonara a modalidade, mas no ano seguinte voltou ao convívio dos leões. Em 1996 conseguiu o seu maior título de sempre com a vitória na Taça do Mundo disputada na Bélgica. 3 anos depois perdeu essa mesma prova por apenas 1 ponto, conseguindo ainda um 3º lugar no Europeu disputado no Porto (com a maior série de carambolas da prova, 14). Coletivamente ajudou o Sporting a classificar-se por 3 vezes como vice-campeão europeu, em 1996, 2003 e 2005...

Mário Amâncio

Mário Celestino de Jesus Amâncio nasceu a 1 de Fevereiro de 1950 em Setúbal. Chegou ao Bilhar do Sporting em 1969 e por lá permaneceu até 1981. Depois voltou em 1987 e esteve até 1996. Por fim, regressou em 2005. Em 1990 fez parte da equipa leonina que reconquistou o título nacional às 3 tabelas, quebrando um jejum que vinha desde 1982. O mesmo aconteceu no ano seguinte (a que se juntou o título regional). Em 1996 contribuiu para os triunfos no Nacional, na Supertaça e no Regional. Esteve várias épocas como dirigente na secção de Bilhar do Sporting e foi um dos grandes impulsionadores da construção da “sala Joaquim Agostinho” situada nos baixos da bancada nova do antigo Estádio José Alvalade. Após um contributo de mais de 20 anos, é uma das grandes referências da História do Bilhar leonino. Assinou durante vários anos as notícias de Bilhar publicadas pelo jornal...

Jorge Theriaga em 1º lugar do ranking mundial

Em meados de Dezembro de 1994, Jorge Theriaga, o melhor bilharista português de sempre na variante de 3 tabelas, subiu ao 1º lugar do ranking mundial depois da sua vitória em Donjen, no Grande Prémio da Holanda. Esta foi mais uma grande honra para o clube e o reconhecimento internacional da extraordinária categoria do seu bilharista. Theriaga sagrou-se essa época, pela 10ª vez, Campeão...

O maior “fenómeno” desportivo de sempre também jogou no Sporting

28 de Outubro de 1997. O jornal “Sporting” anunciava que o clube de Alvalade contratou Raymond Ceulemans para a sua equipa de Bilhar. Aos 60 anos, tratava-se do maior “fenómeno” desportivo de todos os tempos, com o palmarés mais rico de todos os atletas do mundo seja em que modalidade fôr. Foi 81 vezes Campeão da Bélgica (partida livre, quadro 47/2, 47/1 e 71/2, uma tabela, pentatlo e 3 tabelas – 23 vezes), 69 vezes campeão da Europa (quadro 71/2, uma tabela, pentatlo e 3 tabelas – 21 vezes), 34 vezes Campeão do Mundo (partida livre-1, quadro 47/1 – 1, uma tabela-5, pentatlo-4 e 3 tabelas-23), 5 vezes Campeão da Europa por equipas, considerado por uma vez o Desportista do Ano na Bélgica e condecorado com a Medalha de Mérito Desportivo. Um espanto! No final da temporada, Raymond Ceulemans despediu-se do Sporting (após contribuir para os triunfos em mais um Campeonato Nacional e outra Taça de Portugal) com a mesma amabilidade e simplicidade com que chegou: “Tive muita honra em representar este clube. O Egídio Vieira e o Jorge Theriaga perguntaram-me há uns meses se eu estaria disposto a integrar o quarteto do Sporting na Taça dos Campeões Europeus. Disse-lhes que sim, mas que primeiro teria de pedir autorização à Federação Mundial e ao meu clube, que não me puseram qualquer problema. Eles são meus amigos de longa data e tive grande honra em representar um clube com estes pregaminhos e inaugurando uma nova sala (com a Taça dos Campeões Europeus, onde o Sporting teve uma excelente organização mas foi infeliz no campo...

2004 – Campeões Nacionais de Bilhar pela 15ª vez

27 de Junho de 2004. Neste dia o Sporting recuperou o título nacional de Bilhar às 3 tabelas (após 4 anos de interregno) ao vencer o Campeonato sem uma única derrota. Na partida decisiva os leões derrotaram o FC Porto (2º classificado) por 3-1. Fréderick Caudron, número 3 do ranking mundial, começou por se superiorizar ao portista Blomdhal, obtendo a excelente média de 2,777. Van Kyuk perdeu o 2º jogo, cabendo a Jorge Theriaga e Vasco Gomes assegurarem o triunfo. A última jornada foi acompanhada por muito público, maioritariamente afeto ao Sporting, que no final pôde saborear o triunfo. Jogaram neste Campeonato: Jorge Theriaga, Manuel Fradinho, Vasco Gomes, Luís Ventura (o quarteto mais utilizado) e ainda Pedro Azevedo, António Saramago, Fréderic Caudron e Van...

Manuel Fradinho – Uma das figuras do período áureo do Bilhar leonino

Nasceu a 31 de Maio de 1957 em Granja – Mourão – Alentejo. A sua profissão era a de professor de Educação Visual e Tecnológica. Esteve 2 anos no Belenenses, 5 no Benfica e “uma vida” no Sporting (desde 1994). Agora os principais feitos individuais e coletivos: Em Janeiro de 1996 fez parte da equipa que venceu o Regional e em Fevereiro o Nacional. Em Junho ganhou a Taça de Portugal. Foi 36º na Taça do Mundo e contribuiu para o vice-Campeonato Europeu (numa prova em que venceu todos os jogos). no mês seguinte o Sporting venceu a Supertaça, no final duma época magnífica. Em Dezembro de 1996 foi 3º no Campeonato Nacional Individual às 3 tabelas. Voltou a contribuir para as vitórias coletivas no Campeonato Nacional, Regional, Taça de Portugal e Supertaça. Em Março de 1998 ganhou o Campeonato Nacional. No Nacional individual foi 2º. Ganhou também a Taça de Portugal (equipa) e a Taça de Portugal individual. Em Fevereiro de 1999 contribuiu para mais um título coletivo no Nacional. No Nacional individual voltou a ser 2º, tal como no Torneio dos Masters. Em Janeiro de 2000 contribuiu para a vitória na Supertaça. No Nacional individual foi 4º. Em Maio de 2002 voltou a ser vice-Campeão Europeu a nível coletivo. Em Março de 2003 conseguiu, finalmente, sagrar-se Campeão Nacional individual às 3 tabelas pelo Sporting (já o tinha sido por duas vezes no Benfica). Em Fevereiro de 2004 foi 4º no Nacional individual e em Julho contribuiu para a conquista de mais um Campeonato Nacional para o Sporting. Em Maio de 2005 fez parte da equipa que, mais...

2005 – Vice-Campeões Europeus de Bilhar pela 3ª vez…

29 de Maio de 2005. Depois de 1996 e 2002, os leões foram pela 3ª vez vice-campeões europeus de Bilhar… A prova disputou-se na cidade francesa de Andernos. O Sporting voltou a ficar em 2º, após ter derrotado nas meias-finais finais o FC Porto por 3-1 e ter perdido na final com o Courbevoie (a quem tinha vencido na fase de grupos por 6-5 em sets depois dum 2-2) por 4-0. Vasco Gomes, Jorge Theriaga, Eddy Leppens e Manuel Fradinho foram os atletas leoninos em compita, e, apesar de falharem o título, levantaram bem alto (mais uma vez) o nome do...

2002 – Mais uma vez às portas do título europeu de Bilhar…

26 de Maio de 2002. Na Taça dos Campeões Europeus de Bilhar às 3 tabelas, o Sporting foi vice-campeão graças às prestações do quarteto composto por Fréderic Caudron (foto – uma aquisição deste ano, de 34 anos, campeão mundial em 1999, natural de Mons – Bélgica e profissional de Bilhar, com 4 Campeonatos do Mundo, 5 Campeonatos Europeus e 41 vezes Campeão da Bélgica em todas as variantes!), Van Kuyk (outra novidade), Jorge Theriaga e Manuel Fradinho. Na final o Sporting perdeu com o Van Vanrooy por 3-1. Depois de 1995/96, foi a 2ª vez que os leões foram vice-campeões europeus… Jorge Theriaga constituiu a principal figura do conjunto ao vencer todos os jogos que...
Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.