Recorde no clube – Os 10 futebolistas com mais títulos

O guarda-redes Azevedo, que representou o Sporting entre as temporadas 1935/36 e 1951/52, é o futebolista da História do Clube com mais títulos oficiais conquistados, 22 – 9 Campeonatos Nacionais, 4 Taças de Portugal e 9 Campeonatos Regionais de Lisboa. Esta lista está atualizada até ao final da temporada 2021/22. Vejamos agora quem são os 10 mais: CLA FUT CN TP CRL TOTAL 1º Azevedo 9 4 9 22 2º Manecas 8 4 9 21 3º Canário 7 4 6 17 4º Peyroteo 6 4 7 17 5º Mourão 5 1 10 16 6º Soeiro 4 2 10 16 7º João Cruz 4 3 8 15 8º Albano 8 4 2 14 9º Octávio Barrosa 5 4 5 14 10º Armando Ferreira 5 4 5...

Laszlo Bölöni – Recordista de jogos sem perder e único a ganhar CN, TP e ST consecutivamente

Nasceu a 11 de Março de 1953 em Tirgu Mures – Transilvânia – Roménia. Depois de longos anos no clube da sua terra chegou ao Steaua de Bucareste onde se afirmou como um dos melhores futebolistas romenos de sempre e ganhou tudo o que havia para ganhar, acumulando 108 presenças e 25 golos na Seleção. Como treinador começou no Nancy onde andou pelas 1ª e 2ª divisões francesas. Em 2000 chegou a selecionador romeno e de lá saiu para o Sporting, que pretendia apostar num treinador de grande experiência com jovens pois a Academia Sporting estava a ponto de ser inaugurada. Assinou contrato com os leões a 18 de Junho de 2001. Na pré-temporada lançou Hugo Viana, Ricardo Quaresma e Cristiano Ronaldo (não se viria a estrear nos seniores esse ano) na equipa e pediu a contratação do compatriota Niculae. A época oficial começou com uma vitória frente ao FC Porto, mas perdeu os 2 jogos seguintes. Quando alguma contestação já se fazia sentir chegou Jardel e tudo mudou. Os sportinguistas embalaram para uma época fantástica a nível interno na qual conquistaram o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal, deixando a Taça UEFA nos oitavos-de-final apesar de boas exibições frente ao AC Milan. No final da temporada lançou o livro “O Bloco de notas de Laszlo Bölöni”, um documento muito interessante que deu a conhecer a todos o que escrevia afinal o romeno no livrinho que sempre o acompanhava nos jogos e treinos, Com duas vitórias e um empate nos primeiros 3 jogos da época seguinte (e vitória na Supertaça pelo meio que o tornou o 1º treinador...

1942 – Recorde nacional – A maior goleada no Campeonato Nacional e 9 golos de um só jogador

22 de Fevereiro de 1942. O Leça não era propriamente um “bombo da festa”. Entre 12 equipas estava classificado no 7º lugar com os mesmos pontos do 6º, o FC Porto. Na semana anterior havia imposto um empate ao Belenenses a uma bola, mas naquela tarde, no Lumiar, o Sporting, que liderava o campeonato (embora em igualdade pontual com Barreirense, Benfica e Académica) esteve completamente irresistível. Sob o comando de  Jozef Szabo os leões alinharam com: Azevedo; Rui Araújo e Álvaro Cardoso; Paciência, Daniel e Manecas; Mourão, Soeiro, Peyroteo, Canário e João Cruz. O Sporting bateu 2 recordes que perduram. Venceu por 14-0 e Peyroteo (foto de arquivo) fez 9 golos! O emblema de Alvalade jogou e ganhou como quis e teria feito mais golos se o árbitro com intervenções inoportunas não tivesse cortado algumas jogadas. Os leceiros conservaram do 1º ao último minuto um porte irrepreensível, reconhecendo desportivamente a superioridade adversária e não recorrendo a caminhos dúbios (leia-se violência) tão em voga por estes dias. O Sporting começou e acabou o desafio com golos, e pelo meio fez… golos. O campo do Lumiar estava em mau estado, com água e lama, e a chuva que caiu durante quase todos os 90 minutos foi um tormento. Houve belos lances de jogo conduzidos pelo ataque leonino. As fintas de João Cruz, os toques de Mourão, os esforços constantes de Soeiro, as iniciativas de Peyroteo e as “infelicidades” de Canário, que sem jogar mal, foi de longe o menos hábil dos 5 atacantes. No 1º minuto Soeiro abriu o ativo com um remate forte de longe. Fiado no golpe de vista o...

Recorde no clube – O maior número de jogos consecutivos sem sofrer golos no Futebol

14 de Janeiro de 2014. O futebol do Sporting acabava de bater um recorde dos seus 107 anos de História. De 24 de Novembro de 2013 a 14 de Janeiro de 2014 os leões (orientados por Leonardo Jardim) estiveram 8 jogos oficiais sem sofrer qualquer golo. O recorde anterior vinha da temporada 1989/90 (7 encontros consecutivos oficiais sem sofrer golos). Os 8 jogos que ajudaram a construir este novo recorde no clube foram os seguintes: Vitória de Guimarães f – 1-0, Paços de Ferreira c – 4-0, Gil Vicente f – 2-0, Belenenses c – 3-0, Nacional c – 0-0, FC Porto c – 0-0, Estoril f – 0-0 e Marítimo c – 3-0. Rui Patrício foi o guarda-redes de 6 destas partidas e Marcelo Boeck esteve em...

Recorde no clube – O maior número de jogos consecutivos a marcar no Futebol

É um número impressionante e constitui um recorde no clube muito difícil de bater. Entre 20 de Outubro de 1935 e 8 de Janeiro de 1939 o Sporting esteve um total de 104 jogos oficiais sempre a marcar golos! Nestes 104 jogos o Sporting marcou 413 golos (muito perto de 4 por jogo!) e Soeiro (na foto) foi o rematador mais eficaz, com 91 tiros certeiros. Os treinadores Wilhelm Possak e Jozef Szabo passaram pela equipa neste período, que no mesmo espaço de tempo conquistou 2 Campeonatos de Portugal e 4 Campeonatos Regionais de...

Recorde no clube – Os 10 futebolistas com mais golos na Supertaça

Jordão é o futebolista leonino com mais golos marcados na História da Supertaça, competição que os leões já venceram por 9 vezes. Vejamos agora quem são os 10 mais (lista atualizada até ao final da temporada 2021/22) CLA FUTEBOLISTA G 1º Jordão 5 2º Manuel Fernandes 3 3º Ricardo Fernandes 2 4º Silvinho 2 5º Acosta 2 6º Yannick Djaló 2 7º Sá Pinto 2 8º Ouattara 1 9º Kutuzov 1 10º Naybet...

Recorde no clube – Os 10 futebolistas com mais golos no Campeonato Regional de Lisboa

Peyroteo é o futebolista leonino com mais golos marcados na História do Campeonato Regional de Lisboa, competição disputada entre 1907/08 e 1946/47 na qual os leões foram a equipa com melhor palmarés ao obterem 18 títulos. Vejamos agora quem são os 10 mais: CLA FUTEBOLISTA E G 1º Peyroteo 10 124 2º Soeiro 11 69 3º Abrantes Mendes 10 58 4º João Cruz 11 58 5º Mourão 16 58 6º Pireza 9 49 7º Jaime Gonçalves 13 36 8º Rogério 2 23 9º Eduardo Mourinha 3 22 10º José Manuel Martins 4...

Recorde no clube – Os 10 treinadores de Futebol com melhor média de golos sofridos

Octávio Machado esteve à frente do Futebol do Sporting em duas fases diferente. Primeiro em 1995/96 substituindo Fernando Mendes (que já havia substituído Carlos Queiroz), depois em 1996/97 em vez de Robert Waseige (do qual fôra adjunto) e 1997/98, época que iniciou mas não completou. No total dirigiu a equipa em 51 jogos oficiais sofrendo apenas 31 golos, a melhor média de sempre dum treinador na História do Futebol do Sporting. Para esta classificação são considerados apenas os treinadores que estiveram no comando da equipa num mínimo de 10 jogos. A lista está atualizada até ao final da temporada 2021/22. Vejamos agora quem são os 10 mais: CLA TREINADOR J GS MÉDIA 1º Octávio Machado 51 31 0,61 2º Milorad Pavic 40 27 0,68 3º Robert Waseige 16 11 0,69 4º Armando Ferreira 38 27 0,71 5º Marinho Peres 80 57 0,71 6º Fernando Riera 23 17 0,74 7º Carlos Queirós 104 77 0,74 8º Leonardo Jardims 35 26 0,74 9º Fernando Vaz 117 87 0,74 10º Malcolm Allison 43 33...

Recorde no clube – Os 10 futebolistas com mais golos nas Competições Europeias

Liedson é o melhor marcador da História do Sporting nas competições europeias de Futebol. O “Levezinho” marcou 26 golos. Esta lista está atualizada até ao final da temporada 2022/23. Vejamos agora quem são os 10 mais: CLA FUT TC/LC TT TF/TU/LE TOTAL 1º Liedson 6 0 20 26 2º Lourenço 4 2 12 18 3º Manuel Fernandes 2 0 16 18 4º Mascarenhas 2 11 0 13 5º Figueiredo 1 7 4 12 6º Bruno Fernandes 1 0 11 12 7º Cadete 0 0 11 11 8º Yazalde 1 9 0 10 9º Sá Pinto 3 2 4 9 10º Van Wolfswinkel 0 0 9...

O brilho de “El Crá”, estreia de André Martins e um recorde nas CE

20 de Outubro de 2011. No seu jogo 263 para as competições europeias de Futebol, o Sporting recebeu os romenos do Vaslui em partida da 3ª jornada da fase de grupos da Liga Europa. Um triunfo catapultava os leões para um patamar muito confortável em relação ao apuramento para a próxima fase da competição. A equipa escolhida por Domingos Paciência: Rui Patrício; João Pereira, Anderson Polga, Daniel Carriço e Evaldo; Rinaudo, Matias Fernández e Schaars; Pereirinha (André Carillo 61), Van Wolfswinkel (Bojinov 73) e Diego Capel (André Martins 78). A história do jogo é fácil de contar – Sporting ao ataque do 1º ao último minuto perante uma equipa romena inofensiva que fez apenas 1 remate em todo o jogo e sem o mínimo perigo. A intenção leonina ficou patente ainda dentro do 1º minuto com um remate perigoso de Matias. Os leões jogaram com rapidez, intensidade e o foco na baliza contrária. Apesar de tudo a inspiração não foi propriamente abundante (com exceção de Matias e Capel). Por isso não houve muitas oportunidades de golo. Aos 38 minutos Wesley (o melhor jogador dos romenos) foi expulso por cabecear João Pereira após um lance discutível com o defesa sportinguista na área verde e branca. Perto do descanso, após grande jogada de Matias, Evaldo estava no sítio certo e empurrou a bola para a baliza deserta. Na 2ª parte, contra 10, o Sporting criou mais oportunidades e teve um enorme volume de jogo. Aos 70 minutos surgiu o grande lance deste 2º período com uma arrancada tremenda de Diego Capel que veio em diagonal da esquerda para direita, solicitou Carillo (que...
Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.