Amunike – O melhor africano de 1994 e Campeão Olímpico em 1996

Emmanuel Amunike nasceu a 25 de Dezembro de 1970 em Eze Obodo – Nigéria. Chegou ao Sporting em Outubro de 1994 após negociações dificílimas encetadas pelo então presidente Sousa Cintra (a pedido de Carlos Queiroz) com o Zamalek (clube de origem – onde conquistou vários títulos) e o Duisburgo (onde se encontrava emprestado). Só a excelente capacidade negocial e o poder de antecipação de Cintra permitiu um desfecho favorável da contenda.

A aposta revelou-se profícua. Actuando como médio ala esquerdo o nigeriano destacava-se pelo notável empenho no jogo, atacando e defendendo com igual eficácia. Tratava-se de um verdadeiro jogador de equipa que muitas vezes resolvia jogos porque também possuía atributos técnicos assinaláveis.

Participou com grande destaque no Mundial de Futebol de 1994 nos EUA (num ano em que ganhou a Taça das Nações Africanas – marcando na final) e estreou-se de “leão ao peito” a 30 de Outubro num Sporting-Beira Mar (2-0). Apontou o seu 1º golo no dia 1 de Dezembro e com ele resolveu o derby frente Benfica para o Campeonato (1-0) – melhor momento para se estrear a marcar era difícil!

No final desse ano foi eleito o Melhor Jogador Africano.

Esteve 3 temporadas em Alvalade (de 1994/95 a 1996/97 – Dezembro), marcando presença em 70 jogos oficiais e apontando 21 golos. Ganhou uma Taça de Portugal (1994/95) e uma Supertaça (1995/96). No Sporting atingiu indubitavelmente o pico das suas aptidões como futebolista.

No Verão de 1996 foi medalha de ouro pela Nigéria nos Jogos Olímpicos de Atlanta, marcando na final à Argentina.

O seu último jogo foi realizado a 8 de Dezembro de 1996 num Rio Ave-Sporting (1-4 ap) para a Taça de Portugal – marcou 1 golo. Poucos dias depois saiu atraído pelos milhões da proposta do FC Barcelona mas nunca “vingou” em Espanha devido a constantes lesões…

Jogou ainda no Albacete, na Coreia e na Jordânia onde terminou a carreira em 2004.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário