Golos de Yazalde e Fraguito eliminaram o Sunderland

7 de Novembro de 1973. Alvalade. 2ª mão dos oitavos-de-final da Taça das Taças. Em Inglaterra, frente ao Sunderland (detentor da Taça de Inglaterra numa final ganha frente ao Leeds United), o Sporting tinha saído derrotado por 2-1 (golo de Yazalde). O resultado deixou a eliminatória em aberto e aquela equipa de Mário Lino era capaz de tudo.

Os leões estavam no 2º lugar no Campeonato (muito próximo da frente) e vinham dum triunfo por 8-0 sobre o Montijo com 6 golos (!) de Yazalde. Na UEFA o Cardiff City já tinha ficado pelo caminho e agora havia que eliminar mais uma equipa britânica. O “onze” leonino: Damas; Manaca, Carlos Alhinho, Laranjeira e Carlos Pereira; Nelson, Fraguito e Vagner; Chico, Yazalde (Tomé 64) e Marinho (Nando 76).

Diz quem viu que o jogo foi de qualidade. O Sporting procurou o golo desde o início mas encontrou pela frente uma típica equipa inglesa com jogadores altos e fortes fisicamente que, se por um lado dificultavam muito nas chamadas “bolas aéreas”, por outro não tinham suficiente “jogo de cintura” para se oporem à qualidade técnica dos sportinguistas.

Aos 28 minutos o inevitável Yazalde abriu o ativo com um remate fantástico “à meia volta” e colocou o Sporting na frente da eliminatória. Os ingleses tentaram então reverter as coisas mas encontraram um adversário sólido que não dava grandes espaços na defesa. A 21 minutos do fim Fraguito aumentou a conta e tranquilizou os muitos milhares de adeptos em Alvalade.

Até final o Sporting manteve-se sereno ganhando assim uma eliminatória renhida perante um adversário forte. Foi o jogo 61 e a vitória 28 dos leões nas Competições Europeias de Futebol.

Foto (arquivo): O estilo fantástico do inesquecível Hector Yazalde.

Post to Twitter

Comments (1)

 

Deixe o seu comentário