Carvalho

Joaquim da Silva Carvalho nasceu a 18 de Abril de 1937. Começou por jogar num clube da terra onde nasceu – Luso do Barreiro, e as suas exibições na baliza levaram-no a treinar no Benfica. Não agradou, e pouco tempo mais tarde, em 1958, uma magnífica exibição na festa de aniversário do Luso (na qual o Sporting foi clube convidado) haveria de mudar a sua vida, pois levou a que os responsáveis leoninos o contratassem.

Chegou ao Sporting no Verão de 1958, estreando-se oficialmente (com Enrique Fernández) logo na 1ª jornada do Campeonato Nacional, a 14 de Setembro, com uma vitória frente ao Barreirense por 1-0. Não conseguiu, no entanto, manter a titularidade – que foi quase sempre para Octávio de Sá. Só a partir de 1961/62 passou a ser a principal escolha para o seu posto alcançando também nessa época feliz o seu 1º título nacional.

2 anos mais tarde foi, a par de Fernando Mendes, o único totalista da grande epopeia leonina na Taça das Taças (arrecadando por isso 73 contos) que culminaria com a vitória na competição.

Jogou no Sporting até 1970/71, época em que nunca ocupou a baliza da equipa pois Vítor Damas foi totalista em todas as competições. A sua última presença oficial aconteceu a 19 de Abril de 1970 num Leixões-Sporting (2-5) para a última jornada do Campeonato Nacional.

Esteve um total de 13 épocas no Sporting (utilizado oficialmente em 12) somando 244 jogos e 253 golos sofridos. Ganhou 5 títulos oficiais pelo clube (uma Taça das Taças, 3 Campeonatos Nacionais e uma Taça de Portugal).

Sempre foi um guarda-redes corajoso, autoritário e com um físico imponente – os companheiros chamavam-no pela alcunha de “cavalo”. Tentava empurrar os colegas para a vitória e às vezes até “passava das marcas”. Na já referida carreira vitoriosa na Taça das Taças, por exemplo, esbofeteou o colega Péridis após este ter cometido um pequeno deslize.

Depois de sair do Sporting ainda fez uma época no Atlético CP. Foi 6 vezes internacional A e fez parte dos “Magriços” que conquistaram o 3º lugar no Mundial de Inglaterra em 1966. Anos mais tarde entrou para o departamento de formação do Sporting onde se manteve durante um longo período conquistando vários títulos.

video

Post to Twitter

Deixe o seu comentário