2001 – Campeões Nacionais de Andebol, 15 anos depois

20 de Maio de 2001. Após 15 anos de jejum o Sporting conquistou o título nacional de Andebol (pela 17ª vez) ao suplantar o FC Porto por 23-19. Foi de “loucos” a decisão da prova. No 1º jogo da final do “play-off” o Sporting bateu o FC Porto por 22-20 na Nave de Alvalade. Na 2ª partida os leões perderam por 26-25 na Póvoa de Varzim e na negra a equipa verde e branca conseguiu levar a melhor por 23-19, de novo na Nave.

A equipa de José Tomaz não pôde contar com a sua principal figura – Ricardo Andorinho, por lesão, mas nem assim se deixou transtornar. O Sporting até começou mal o jogo, mas pouco a pouco, com o maior acerto das suas ações ofensivas e o festival de Carlos Ferreira na baliza, foi recuperando, chegando ao intervalo com um empate a 9 bolas. Na 2ª parte os sportinguistas não deram hipóteses. Após o 12-11 foram mantendo uma distância entre os 3 e os 4 golos, defendendo de forma fantástica com eficientíssimo blocos. Na frente, as entradas de Fernando Nunes, os remates colocados de Milan Stohr e a visão de jogo de Paulo Faria faziam o resto.

A equipa: Carlos Ferreira, Vojislav Kraljic (2), Paulo Faria (2), Luís Gomes (5), Milan Stohr (4), Fernando Nunes (4), Luís Garrett (3), Armando Pires (2), David Graça (1) e Vítor Tapadinhas.

No final o grito “campeões” entoou por toda a nave durante largos minutos. Abraços atrás de abraços, choro compulsivo de alguns, emoção em todo o grupo de trabalho. José Tomaz felicitou o adversário: “Ganhámos porque nunca deixámos de acreditar no nosso valor e fomos recompensados perante um digno adversário”.

O capitão Carlos Ferreira era um dos jogadores mais eufóricos. Saltava e chorava após uma prestação memorável: “Somos campeões porque somos uma grande equipa e isso ficou aqui cabalmente demonstrado. Justificámos plenamente a vitória”.

Na semana seguinte houve um jantar de homenagem aos campeões. Na ocasião o presidente Dias da Cunha agradeceu a todo o grupo “por nos ajudarem a ser uma família feliz”. Moniz Pereira, vice-presidente para as modalidades afirmou: “Tenho tido muitas alegrias em termos desportivos, mas nunca tinha tido nenhuma no Andebol. Esta vitória provou mais uma vez que não somos um clube apenas de Futebol. Foi o 110º jogo de Andebol que assisti nesta casa. Estou feliz”.

Post to Twitter

Deixe o seu comentário