Mourão

Adolfo Albino Mourão nasceu a 29 de Junho de 1911 em Algés. Foi funcionário da Câmara Municipal de Lisboa, e dedicou toda a sua vida desportiva ao Sporting. Chegou ao clube de Alvalade por iniciativa dum dirigente que ficou impressionado com as suas qualidades numa daquelas banais “peladas” de rua.

Estreou-se oficialmente pelo clube de Alvalade a 17 de Fevereiro de 1929 (com apenas 17 anos) num 0-0 frente ao Carcavelinhos para o Regional. Rapidamente conquistou a titularidade no posto de extremo-direito (sucedendo a António Stromp e antecedendo Jesus Correia como grandes vedetas nessa posição), e depressa se elevou a melhor jogador do país na ala direita do ataque.

Era um futebolista fino, muito veloz e habilidoso, um verdadeiro “artista da bola”, a que aliava uma grande eficácia no passe e também na hora de fazer golos. As suas qualidades fizeram com que também fosse experimentado nas outras posições de ataque – onde sempre respondeu à altura, mas era mesmo na extrema direita que se sentia como um “leão na selva”.

Totalizou 16 temporadas na equipa principal (o 3º melhor de sempre, a par de Francisco Stromp e Manecas), tendo marcado 168 golos (oficiais) – o 7º melhor marcador da História do clube (2º no Campeonato de Portugal – 24, 5º no Regional – 58 e 3º no Campeonato da Liga – 25). Também no tocante a títulos conquistados foi grande, pois venceu 16 competições oficiais – 2 Campeonatos Nacionais, 3 Campeonatos de Portugal, uma Taça de Portugal, e 10 Regionais de Lisboa (o que mais ganhou a par de Soeiro).

Como homem e futebolista sempre se mostrou duma elevação extrema, com uma postura muito correta e leal que lhe valeram a admiração e o respeito de companheiros e adversários. Despediu-se do Futebol (a par de Soeiro) no memorável dia de inauguração do Estádio Nacional no Jamor a 10 de Junho de 1944. Aí jogaram-se também as taças Império e Estádio, e o Sporting derrotou o Benfica por 3-2 após prolongamento, com 2 golos de Peyroteo e outro de Eliseu.

Oficialmente tinha jogado pela última vez a 23 de Abril de 1944 num Sporting-Porto (3-3) para a Taça de Portugal. Marcara o último golo a 30 de Janeiro numa goleada (6-1) frente ao Belenenses. Foi internacional português por 15 vezes (2 golos).

Em 1977 foi distinguido com o Prémio Stromp (categoria Saudade) e morreu a 14 de Junho de 1981.

GOLOS de MOURÃO no SPORTING
ÉPOCA CN CP CLig TP CR TOTAL
1928/29 - 0 - - 3 3
1929/30 - 4 - - 3 7
1930/31 - 0 - - 2 2
1931/32 - 2 - - 6 8
1932/33 - 3 - - 7 10
1933/34 - 2 - - 6 8
1934/35 - 2 3 - 1 6
1935/36 - 3 7 - 3 13
1936/37 - 2 6 - 3 11
1937/38 - 6 9 - 5 20
1938/39 5 - - 0 2 7
1939/40 13 - - 4 2 19
1940/41 5 - - 2 5 12
1941/42 8 - - 1 6 15
1942/43 14 - - 2 4 20
1943/44 7 - - 0 0 7
Total 52 24 25 9 58 168

Post to Twitter

Deixe o seu comentário