Peyroteo

Fernando Baptista Seixas Peyroteo nasceu a 10 de Março de 1918 em Humpata, Angola. Depois de dar nas vistas no Sporting de Luanda chegou no Verão de 1937 a Lisboa.

Tinha um pontapé fortíssimo e muito colocado, assim como um magnífico jogo de cabeça e poderio físico impressionante. Movimentava-se como ninguém dentro da área e a sua fama ultrapassou largamente as fronteiras do nosso país (em Espanha dizia-se que o futebol português “peyroteava”). Foi o grande finalizador dos famosos “cinco violinos”, linha atacante formada por Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano que encantou as plateias portuguesas entre 1946 e 1949 . É o maior goleador da História do Futebol do clube e estatisticamente o mais eficaz de sempre no Mundo!

Estreou-se a 12 de Setembro numa partida frente ao Benfica para um torneio triangular entre os 3 grandes de Lisboa. os leões venceram por 5-3 e Peyroteo fez 2 golos.

O seu 1º jogo oficial foi a 17 de Outubro. O Sporting deslocou-se ao terreno do Casa Pia e venceu por 7-0. Peyroteo marcou por duas vezes.

Esteve 12 épocas no Sporting apontando 533 golos (melhor marcador de sempre) em 327 jogos oficiais (a sua média também é a melhor – 1,63 golos por jogo). Ganhou 17 troféus oficiais – 3º melhor do clube a par de Canário – 5 Campeonatos Nacionais, 1 Campeonato de Portugal, 4 Taças de Portugal e 7 Campeonatos Regionais de Lisboa.

Possui o recorde de mais golos marcados em jogos oficiais numa só época (57 em 1937/38, a sua temporada de estreia).

É o melhor marcador de sempre do Sporting no Campeonato Nacional (298 golos), na Taça de Portugal (63) e no Regional (124). É o 2º melhor no Campeonato da Liga (34) e o 3º na Taça Latina (3).

Foi o melhor marcador do Campeonato Nacional por 5 vezes, do Regional por 4 e da 1ª Liga por uma vez. A 22 de Fevereiro de 1942 marcou 9 golos ao Leça para o Campeonato, o que constitiu recorde em provas oficiais no nosso país.

Foi o melhor marcador do clube por 12 vezes – todas as épocas em que alinhou!

A sua fama chegou além-fronteiras, chegaram algumas vezes a tentar contratá-lo (o caso mais conhecido foi o do Bordéus em 1945), mas sempre preferiu ficar no Sporting.

O seu último jogo oficial realizou-se na final da Taça Latina frente ao FC Barcelona (1-2) a 3 de Julho de 1949. Tinha marcado oficialmente pela última vez uma semana antes, na 1/2 final da mesma competição (3-1 ao Torino – todos os golos de Peyroteo).

Ainda começou a temporada seguinte mas só alinhou em jogos da Taça Preparação até optar definitivamente pelo abandono. Vestiu a camisola do Sporting pela última vez no dia 25 de Setembro de 1949 (2-1 ao Atlético CP). Os seus últimos golos foram apontados a 11 de Setembro numa vitória por 8-0 frente ao Oriental (marcou por 3 vezes).

A sua saida do Sporting, em 1949, foi motivada pela necessidade de angariar cerca de 100 contos para honrar compromissos comerciais. Com um pouco mais de visão dos dirigentes da altura o Sporting poderia ter contado com o seu grande goleador por mais alguns anos…

Jogou por 20 vezes na seleção nacional (14 golos – melhor média de sempre), tendo depois exercido o cargo de selecionador, em 1961/62, altura em lançou Eusébio com a camisola das quinas.

Numa operação ao tendão de Aquiles foi vitimado por um ataque cardíaco e acabou por morrer (a 28 de Novembro de 1978) depois de já lhe ter sido amputada uma perna anos antes. Todos estes problemas foram causados por uma lesão num jogo de veteranos disputado em Barcelona…

A sua memória perdura todos os dias, a todos os momentos, porque a História do Sporting estaria longe de ser a mesma sem a presença daquele que foi o melhor avançado goleador da História do Futebol.

GOLOS de PEYROTEO ao serviço do SPORTING
ÉPOCA TL CN CP CLiga TP CR TOTAL
1937/38 - - 11 34 - 12 57
1938/39 - 14 - - 7 23 44
1939/40 - 29 - - 8 18 55
1940/41 - 30 - - 6 2 38
1941/42 - 28 - - 5 19 52
1942/43 - 21 - - 4 13 38
1943/44 - 24 - - 1 11 36
1944/45 - 19 - - 11 10 40
1945/46 - 37 - - 8 11 56
1946/47 - 43 - - - 5 48
1947/48 - 14 - - 13 - 27
1948/49 3 39 - - 0 - 42
Total 3 298 11 34 63 124 533

Post to Twitter

Comments (1)

 

  1. Pedro Estêvão says:

    A BANDEIRA DO SPORTING

Deixe o seu comentário