Armando Ferreira

Armando Félix Ferreira nasceu a 23 de Dezembro de 1919 no Barreiro . Começou bem cedo a jogar, ainda assim concluiu o curso de Engenharia no Instituto Industrial. Praticante de várias modalidades, acabou por optar definitivamente pelo Futebol. Aos 16 anos chegou à 1ª equipa do Barreirense e logo começou a chamar à atenção.

Fez a sua estreia oficial pelo Sporting no dia 8 de Outubro de 1939 num Sporting-Carcavelinhos (9-1) para a 1ª jornada do Campeonato Regional de Lisboa. Nessa 1ª temporada conseguiu ser o futebolista a jogar mais vezes no posto de interior direito (relegando Soeiro para as reservas) e alcançou 13 golos (o 1º dos quais a 22 de Outubro numa vitória por 3-1 no terreno do Unidos de Lisboa) o que para um novato de 20 anos fazia prever futuro radioso.

Assim foi. Armando permaneceu 10 épocas no Sporting e se bem que nem sempre tenha sido uma 1ª escolha (sobretudo a partir da altura em que surgiu Vasques) esteve muito ativo nos inúmeros títulos que os leões conquistaram durante a sua permanência no clube.

Ao cabo de uma década no clube venceu 14 competições oficiais (5 Campeonatos Nacionais, 4 Taças de Portugal e 5 Regionais lisboetas).

Marcou um total de 54 golos em 139 presenças, mas as assistências eram o seu forte.

O seu último jogo oficial ficou célebre – foi o Tirsense-Sporting disputado a 17 de Abril de 1949 e no qual a equipa nortenha dos escalões inferiores espantou o país ao eliminar os leões (recém campeões nacionais) da Taça de Portugal por 2-1. O golo leonino foi, curiosamente, de Armando Ferreira, numa equipa que alinhou desfalcada de Jesus Correia, Travassos e Peyroteo.

Foi 5 vezes chamado à Selecção Nacional.

Anos depois de ter abandonado o futebol como praticante regressou ao Sporting para integrar a equipa técnica de Enrique Fernandez, sagrando-se Campeão Nacional em 1957/58. Em 1962/63 foi adjunto de Juca, triunfando na Taça de Portugal. 2 anos mais tarde foi orientador técnico de Juca. Em 1966/67 trabalhou com Fernando Argila e depois assumiu a responsabilidade de ser ele mesmo a orientar a equipa. Finalmente, em 1968/69, chefiou a equipa técnica com a colaboração de Mário Lino. A partir daí abandonou definitivamente o Sporting enquanto profissional dos seus quadros.

No início dos anos 60 chegou a orientar a Seleção de Portugal por um curto período de tempo. Entre outras distinções, ganhou em 1991 o Prémio Stromp.

Morreu em Julho de 2005.

GOLOS de ARMANDO FERREIRA ao serviço do SPORTING
ÉPOCA TL CN TP CR TOTAL
1939/40 - 8 0 5 13
1940/41 - 4 10 1 15
1941/42 - 3 0 1 4
1942/43 - 0 0 0 0
1943/44 - 1 0 2 3
1944/45 - 0 0 0 0
1945/46 - 4 2 1 7
1946/47 - 6 - 2 8
1947/48 - 0 0 - 0
1948/49 0 3 1 - 4
Total 0 29 13 12 54


ARMANDO FERREIRA como TREINADOR do SPORTING
ÉPOCA J V E D GM GS % TÍTULOS
64/65 14 6 6 2 26 15 64,3%
66/67 10 7 2 1 15 3 80%
68/69 14 10 2 2 35 9 78,6%
Total 38 23 10 5 76 27 73,7%

Post to Twitter

Deixe o seu comentário