Grande espetáculo frente ao velho rival para a Taça

21 de Novembro de 2015. Grande noite de futebol em Alvalade para os 1/16 final da Taça de Portugal. O 3º Sporting-Benfica da temporada era esperado com enorme expetativa depois de 2 triunfos leoninos nas partidas anteriores. O Sporting aproveitou a partida para homenagear Fernando Peyroteo, e toda a equipa jogou com o nome do melhor goleador de sempre nas costas. A equipa: Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Ewerton (Tobias Figueiredo 99) e Jefferson (Ricardo Esgaio 93); William Carvalho; João Mário, Adrien e Bryan Ruiz; Fredy Montero (Gelson Martins 46) e Slimani.

Logo aos 4 minutos o Sporting esteve muito perto do golo com uma cabeçada de Slimani ao poste após cruzamento de Bryan Ruiz. 2 minutos depois o Benfica marcou por Mitroglou com um remate seco à entrada da área após um ataque rápido da sua equipa.

A perder o Sporting procurou reagir. Sempre por cima do jogo os leões tinham problemas em criar oportunidades de golo. Aos 31 minutos João Mário cruzou e Julio César defendeu contra Slimani com a bola a sair por cima. Aos 38 remate fortíssimo de Jefferson e boa defesa de Júlio César. Mesmo no final do 1º tempo, já em tempo de descontos, muito bem Slimani na insistência e Adrien a rematar da melhor forma fazendo um belo golo – era o 1-1.

Na 2ª parte o Sporting voltou a entrar por cima do adversário, mas de novo com dificuldades em criar chances de golo, isto porque o Benfica jogou também com grande arreganho e muito boa organização defensiva. Aos 62 minutos Gaitán tentou cavar um penalty mas o árbitro Jorge Sousa mostrou-lhe o amarelo. Aos 75 Rui Patrício defendeu bem um remate forte de Eliseu. Aos 84 minutos Slimani é vítima de falta na área mas vê injustamente o amarelo. Aos 87 Slimani muito perto do golo e defesa incrível de Júlio César. Aos 89 Slimani falha por pouco após grande lance de Gelson Martins.

O final chegou com o empate 1-1 que penalizava a equipa leonina, claramente superior. No prolongamento o Sporting voltou a ser melhor. Aos 100 minutos Gelson pareceu carregado na área. Aos 112, finalmente, o Sporting chega à vantagem depois de remate forte de Adrien, defesa de Júlio César para a frente e recarga vitoriosa de Slimani. No último suspiro da partida, numa bola bombeada para a área, os benfiquistas reclamam penalty num lance super-confuso e no qual Luisão ficou lesionado.

Ao fim de 120 minutos, saborosíssima vitória do Sporting após um encontro disputadíssimo e perante um grande adversário. Individualmente quase toda a gente (com exceção de Montero, que não esteve nada bem) em bom plano, mas sobretudo avultou a garra e a vontade de vencer de toda a equipa.

vídeo

Post to Twitter

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Confirm that you are not a bot - select a man with raised hand:

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.