2017 – Campeões Nacionais de Andebol, 16 anos depois!

31 de Maio de 2017. Depois da conquista da Taça Challenge no fim-de-semana anterior, o Sporting estava a uma vitória de tornar desde já esta a sua mais profícua temporada de sempre no Andebol.

A vitória necessária não era fácil. Perante o grande rival de sempre – o Benfica, que não estava propriamente disposto a vir contribuir para a festa e que teria mesmo todo o “gosto” em nos estragar a mesma, como é óbvio.

Este Campeonato não foi nada fácil para o nosso Andebol. Na 1ª fase, no Dragão Caixa, o Sporting perdeu no último lance do encontro. Na 2ª volta fomos claramente superiores na esmagadora maioria do tempo, mas uma quebra inimaginável na ponta final deu a vitória ao FC Porto, que se destacou na frente da tabela – o espanhol Zupo saiu do comando técnico da equipa para onde entrou Hugo Canela.

Já na fase final, na visita ao pavilhão dos azuis e brancos, com 6 golos de vantagem no intervalo, os leões acabaram por perder e de novo o título pareceu fugir definitivamente. O Sporting nunca desistiu. Os portistas perderam alguns pontos, a crença aumentou e nem o empate na Luz esmoreceu a equipa. No último jogo com o FC Porto, no Multiusos de Odivelas, era necessário vencer por 2 para igualar o desempate pontual, mas um inacreditável golo do meio-campo no último segundo fez com que os azuis e brancos continuassem no 1º lugar! No entanto o Porto voltou a perder pontos e, poucos dias depois de conquista da Taça Challenge, a equipa verde e branca entrou em campo para a última jornada com a possibilidade de conquistar o título nacional!

Numa Pavihão de Odivelas em ebulição, a partida começou equilibrada com Janko Bozovic a abrir as contas no marcador mas rapidamente a turma de Mariano Ortega chegou ao empate. De seguida o Sporting conquistou parciais importantes mas não sem levar réplica do seu adversário lisboeta, que empatou a partida a 5-5 ao cair dos 10 minutos. Após os primeiros 15 minutos, o Sporting começa a ganhar vantagens sucessivas, altura em que Mariano Ortega pediu o 1º time-out, quando se encontrava a perder por 10-7. À saída para o intervalo, a equipa orientada por Hugo Canela já levava 6 golos de vantagem, em 14-8.
No 2º tempo o Sporting entrou determinado, com uma postura tranquila.A equipa liderada por Hugo Canela protagonizou 40 minutos de luxo que culminaram com um 20-12 que deixava poucas dúvidas. No entanto, como em tantas outras vezes nesta temporada, a equipa do Sporting começou a cometer alguns erros, o Benfica aproveitou, a ansiedade aumentou em todos os presentes e a escassos minutos do fim, a diferença já só era de 1 golo. Nesse momento surgiu em cena o mais genial de todos os protagonistas, o espanhol Carlos Ruesga, que com 2 golos fantásticos decidiu a questão, sendo ainda de realçar uma excelente defesa de Cudic.

A equipa: Matej Asanin e Cudic; Zabic (4), Pedro Portela (5), Kopco (1), Bosko Bjelanovic, Claudio Pedroso, Carlos Ruesga (5), Frankis Carol, Carlos Carneiro, Francisco Tavares, Edmilson Araújo, Marco Zuniga, Ivan Nikcevic (2), João Pinto (1) e Bozovic (7).

O Sporting sagrou-se assim campeão nacional frente ao maior rival e celebrou, com muitas lágrimas à mistura, sem esquecer Jorge Sousa, responsável máximo da secção que esteve ausente por problemas de saúde.

No final do encontro o técnico leonino Hugo Canela estava naturalmente emocionado com a conquista de um título que já fugia aos leões há 16 anos: “Não conseguimos fazer isto, sozinhos. Há muita gente que está de parabéns, Agradeço à Direção, a quem trabalhou para que isto fosse uma realidade e, sobretudo, aos jogadores. São os maiores! Vocês merecem, sportinguistas”.

Pedro Portela, :”Não sei onde é que há demérito do Porto. Não. É mérito nosso! Do nosso trabalho, da nossa dedicação. Nós todos os dias trabalhámos, todas as semanas… Agora, é descansar, festejar. 2 objetivos importantes, já estão. Falta a Taça de Portugal.”

O presidente Bruno de Carvalho, ficou felicíssimo: “É fundamental. É a festa, é ver os sportinguistas a celebrar. É isto que nós queremos para os sportinguistas, este encontro entre os atletas e os sportinguistas. É magnífico podermos dar isto aos adeptos, é só para isso que estamos cá, para poder dar estas alegrias aos adeptos, nada mais”.

Post to Twitter

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Confirm that you are not a bot - select a man with raised hand:

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.