Tiago Santos sagra-se Campeão do Mundo de Kick-Boxing (Wako Pro)!

9 de Julho de 2023. Tiago Santos sagrou-se campeão do Mundo de Wako Pro na categoria de -68,5 kg, tendo conquistado o título em pleno Pavilhão João Rocha.

O atleta leonino venceu o italiano Matteo Copelli, em 5 assaltos e por decisão unânime do júri, após os 3 juízes decidirem todos a favor do lutador sportinguista, que dominou todos os ’rounds’, só lhe faltando mesmo o KO sobre o adversário transalpino.

Sempre com mais iniciativa ao longo da luta e com as ações mais contundentes, Tiago Santos teve vários momentos que levaram ao rubro a muito bem composta bancada central do Pavilhão João Rocha e também os espectadores das cadeiras bem próximas do ringue colocado na casa das modalidades leoninas.

Tiago Santos esquivou-se dos ataques do atleta canhoto transalpino e com golpes de braços aliados a pontapés fortes (kicks), atingiu várias vezes com sucesso o adversário para depois viver a apoteose do título mundial, que junta ao título europeu e ao intercontinental.

No final, aos meios de comunicação do Sporting CP, Tiago Santos mostrava a alegria por mais um feito para a história individual e também para o sucesso do kickboxing do Sporting CP: “Já perseguíamos este objetivo há muitos anos. Já conhecia o Copelli, um excelente lutador e vínhamos com a lição bem estudada, a tentar controlar a mão de trás, que era a mão forte. Penso que dominei, sim, e agora é desfrutar”.

Campeão da Europa, Intercontinental e agora Mundial, Tiago Santos reconheceu que a temporada superou as melhores expectativas: “Nem nos meus sonhos pensava ter uma época assim. Acho só aqui a duas semaninhas é que vou cair na real e pensar no que conquistei esta época”.

Sobre o combate, Tiago Santos sublinhou que conseguiu pôr em prática o desejo de ter maior iniciativa e assumir as maiores ‘despesas’ do duelo decisivo:”A responsabilidade maior era minha por estar a jogar em casa e foram dois estilos que ‘casaram’ muito bem. Acredito que o público sai daqui contente, porque foi um grande combate”.

Com um pavilhão em peso a apoiar Tiago Santos, a tarefa do atleta sportinguista ficou ainda mais possível de alcançar e o lutador leonino mostrou gratidão pela força que emanou das bancadas. “Foi lindo. O público esteve lá em cima comigo, puxaram por mim e só tenho de lhes agradecer”, afirmou.

Para Tiago Santos, a noite que culminou no título mundial foi, por isso, quase perfeita: “Foi 99 por cento perfeito, 100 por cento era tirar um KO. Não aconteceu, mas estou feliz na mesma, porque o que que interessa é ganhar”.

Apoiado no canto pelo irmão André Santos, que há pouco menos de um ano foi campeão do Mundo, Tiago vincou a alegria pela presença e força transmitidas. “É especial ter o meu irmão no canto. É sempre aquela força extra, porque como sabem ele está na Holanda. Tê-lo aqui comigo dá-me uma força enorme. O ano passado fui eu no canto, este ano é ele no canto, estamos cá um para o outro desde sempre e para sempre”, disse.

Tiago Santos sublinhou também a importância que o Sporting CP teve em mais um título e no sucesso que tem assinado na carreira: “O Sporting CP está sempre por trás, qualquer coisa de que nós precisamos o Sporting CP ajuda e também tenho muito a agradecer ao clube”.

Para o treinador Paulo Santos, técnico de Tiago Santos, a vitória do atleta que orienta deu justiça à superioridade do novo campeão do Mundo. “Raramente preparo um atleta meu só para um adversário. Eu faço o contrário. Os adversários que se preparem para os nossos atletas porque geralmente eu não tenho nenhum atleta previsível. Os meus atletas são preparados para lutar com todos, mas, desta vez, fiz a preparação específica do Tiago para o Matteo, que é um atleta excelente, o número 2 do ranking mundial, muito experiente. O Tiago fez investidas muito fortes, que se o adversário não fosse muito forte, não teria aguentado a pressão. O Tiago apanhou um canhoto, com a perna direita à frente, que complica muito a vida”.

Paulo Santos falou ainda da sensação de orientar 2 campeões do Mundo – André e Tiago Santos. “É algo de histórico porque em minha casa estão 7 cinturões da Wako Pro. Não preciso de me gabar, eu mostro.  É muito trabalho, dedicação, eles acreditarem em mim. Eles não são o que são por serem meus filhos, mas porque trabalham. Basta acreditar e querer, que vamos em frente. Tenho outros atletas a trabalhar comigo que estão em neo profissional e que vão mostrando um bocado do meu trabalho”, referiu, destacando que André e Tiago Santos são os primeiros a chegar à sala de treinos e os últimos a saírem, sendo por isso “exemplos de uma enorme dedicação à modalidade”.

Por fim, Paulo Santos vaticinou possibilidades de outros atletas leoninos puderem, em breve, estarem na luta por títulos mundiais. “O Rodrigo Marques e a Sara Rodrigues sim. Ainda são muito jovens e outros miúdos com muito potencial, se eles quiserem mais, se quiserem chegar ao topo, vão ter de ter paciência e calma, porque eu não os meto logo assim. Fiz isso com os meus filhos, aos 16 anos e podia ter corrido mal”. deixando ainda uma palavra aos sportinguistas presentes na bancada. “O meu muito obrigado a eles, sentimos esse calor e que estiveram aqui muitos sportinguistas a apoiarem”, concluiu.

Foi uma noite de sábado de grande espetáculo de kickboxing, com um total de 10 combates, desde confrontos entre lutadores que estão a dar os primeiros passos na modalidade aos profissionais, numa sessão com mais de 4 horas de duração e 4 atletas Leoninos em ação: além de Tiago Santos, também competiram Rodrigo Marques, Sara Rodrigues e o mais ‘veterano’ de 37 anos, Ricardo Mendes. Foi uma Gala que arrancou muitos aplausos e gerou enorme entusiasmo do público presente.

Post to Twitter

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Confirm that you are not a bot - select a man with raised hand:

Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.